jusbrasil.com.br
1 de Dezembro de 2021

Intervenção Militar, eu autorizo!

Será que você tem ideia do que está dizendo?

Diego Rocha, Advogado
Publicado por Diego Rocha
há 3 meses

Em 1964, por ocasião da intervenção, que os militares chamaram de “Revolução Gloriosa”, eles começaram a governar por meio dos chamados “atos institucionais”. Com tais atos, usurparam os poderes da República, fecharam o Congresso, as Câmaras de vereadores e Assembleias Legislativas dos Estados, aumentaram na canetada o número de Ministros do STF, dentre outros.

Veja algumas das aberrações realizadas pelas Forças Armadas, enquanto DESgovernavam o Brasil:

AI-1 - ATO INSTITUCIONAL Nº 1

· Suspenderam as garantias constitucionais ou legais de vitaliciedade e estabilidade;

· Declararam que sem as limitações previstas na Constituição, os Comandantes-Chefes, que editam o presente Ato, podiam suspender os direitos políticos pelo prazo de dez anos e cassarem mandatos legislativos federais, estaduais e municipais;

AI-2 - ATO INSTITUCIONAL Nº 2

· Aumentou numa canetada o número dos Ministros do STF de 11 para 16;

· Decretou que a eleição para o cargo de Presidente da República seria feita pela maioria absoluta dos membros do Congresso Nacional;

· Decidiu que os vereadores em todo o Brasil, não recebessem nenhuma remuneração;

· Proibiu manifestação popular sobre assunto de natureza política;

· Estabeleceu o que chamou de “liberdade vigiada”;

· Proibiu aos cidadãos de frequentarem determinados lugares;

· Extinguiu todos os partidos políticos e proibiu registro de novos;

AI-5 – ATO INSTITUCIONAL Nº 5

· Decidiu que o Presidente da República poderia decretar “recesso” do Congresso Nacional, das Assembleias Legislativas e das Câmaras de vereadores (ou seja, teria poder para fechar o parlamento em todo o país);

· Decidiu que o parlamento em todo o país, uma vez em recesso, só voltassem a funcionar por convocação do Presidente da República;

· Decretou que o Presidente da República podia legislar em todas as matérias em todo o país;

· Decretou que o Presidente podia decretar intervenções nos Estados e Municípios sem qualquer limitação;

· Decretou que o Presidente podia sem qualquer limitação, suspender os direitos políticos de quaisquer cidadãos pelo prazo de 10 anos;

· Decidiu que o Presidente da República podia fixar restrições ou proibições ao exercício até de direitos privados;

· Decretou que o Presidente podia sem qualquer limitação, cassar mandatos eletivos federais, estaduais e municipais;

· Suspendeu todos os direitos e garantias legais dos cidadãos, incluindo de vitaliciedade, inamovibilidade e estabilidade;

· Decretou que o Presidente da República podia demitir, remover, aposentar ou por em disponibilidade quaisquer funcionários públicos, civis ou militares em todo o país;

· Suspendeu a garantia do habeas corpus para diversos casos;

AI-13 – ATO INSTITUCIONAL Nº 13

· Instituiu a pena de banimento do território nacional;

Lamento por haver quem ainda queira entregar tudo de novo para os Militares. Lugar de militar é no quartel e no front e não na política e muito menos no governo.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)